A Delta espera contratar 1.500 profissionais voltados à segurança e ao atendimento para ingressar na classe de comissários de bordo de 2021/2022. Essas oportunidades somam-se a outras 1.500 vagas que a companhia já está preenchendo com os candidatos que passaram pelos processos de contratação antes da pandemia, no início de 2020. Ao todo, a empresa aérea terá 3 mil novos comissários de bordo atendendo aos clientes nos voos realizados a partir do verão (do Hemisfério Norte)de 2022.

Os candidatos interessados ​​podem se aplicar para as vagas em delta.com/careers, pesquisando o cargo “flight attendant”. A empresa recomenda enviar a inscrição o mais rápido possível, pois o trabalho está em alta demanda e sua divulgação deve ser feita apenas por alguns dias.

No mínimo, os candidatos devem ter diploma de ensino médio ou GED (General Educational Development, avaliação realizada nos Estados Unidos que comprova que uma pessoa que não cursou o ensino médio tem conhecimentos suficientes para prosseguir os estudos), possibilidade de trabalhar nos Estados Unidos, falar inglês fluentemente e ter pelo menos 21 anos de idade até 1º de janeiro de 2022.

Antes da data de início do treinamento, todos os novos comissários de bordo contratados (incluindo os atuais funcionários da Delta que foram aceitos no programa de treinamento) devem estar vacinados. Os profissionais também precisam estar disponíveis para voar em rotas internacionais e domésticas e ser flexíveis porque os voos da Delta operam dia e noite, o ano todo.

Com uma rede global que abrange mais de 300 destinos, a Delta também está procurando candidatos que falam a língua de alguns destinos para onde a companhia voa e que tenham fluência em inglês e em um dos seguintes idiomas: holandês, francês, alemão, grego, italiano, tcheco, dinamarquês, japonês e hebraico.