Embraer anuncia novos contratos para E-Jets

A Embraer e a Kun Peng Airlines, uma das principais operadoras do mercado de aviação regional na China, assinaram um contrato para cinco pedidos firmes do jato Embraer 190, representando uma importante expansão da presença da fabricante brasileira na China continental. O valor total do negócio é de US$ 187,5 milhões. Os aparelhos serão configurados para acomodar 98 passageiros em duas classes e a primeira entrega está programada para 2008. Outro contrato foi firmado com a empresa aérea NIKI, da Áustria, para a compra de cinco jatos Embraer 190 e inclui direitos de compra para outros cinco E-Jets ainda não definidos. O valor total do negócio é de US$ 187,5 milhões e pode dobrar, se todas as opções forem confirmadas. As entregas estão programadas para começar no primeiro semestre de 2009. As aeronaves da NIKI terão 112 assentos, configuração possível devido à escolha da empresa pelos novos assentos slim, que possuem menor espessura que os que assentos tradicionais normalmente instalados. A Embraer também firmou contrato com a Aeroméxico para a venda de 12 jatos Embraer 190. As aeronaves voarão pela subsidiária Aeroméxico Connect, que já opera 28 jatos ERJ 145 e quatro Embraer 190. Os novos jatos serão configurados com 99 assentos em duas classes, sendo 11 na executiva e 88 na econômica.14/07/08

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn