Empresas aéreas brasileiras melhoram a pontualidade

  • Notícias
  • Empresas aéreas brasileiras melhoram a pontualidade

As estatísticas do Departamento de Aviação Civil (DAC) revelam que, apesar de todas as dificuldades, as empresas aéreas nacionais estão conseguindo manter e em alguns casos até melhorar, aspectos importantes dos serviços prestados aos passageiros. Um levantamento recém-realizado pelo SNEA mostrou que o índice médio de pontualidade dos vôos domésticos saltou de 87,8% em 1999, para 90,3% no primeiro trimestre deste ano. A média em 2002 foi de 88,6%. São níveis considerados excelentes em termos mundiais. Houve, porém, queda nos indicadores de regularidade dos vôos domésticos, o que não representa redução na qualidade dos serviços prestados aos usuários. O índice de regularidade expressa a quantidade de ligações aéreas realizadas em relação às concedidas pelas autoridades aeronáuticas. O coeficiente médio nos três primeiros meses de 2003 foi de 55%, contra 82,1% em 2002 e 85,7% em 1999. A redução dos percentuais é consequência do início do acordo de compartilhamento de vôos entre Varig e Tam, que reduziu a sobreposição de vôos com a Rio Sul e Nordeste, tendo em vista problemas como baixo aproveitamento de assentos, dificuldades econômicas e redução de frotas. O excesso de feriados também exerce influência no cancelamento de vôos. Os cancelamentos têm reflexo direto no índice de eficiência operacional, calculado com base nos quesitos regularidade e pontualidade. É que a metodologia utilizada pelo DAC, que fiscaliza, normatiza e monitora o setor, impõe perda de pontos quando há cancelamento de vôo previamente autorizado. Foto: Carlos Pantaleão

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn