Empresas aéreas chinesas adquirem 60 jatos Boeing 787

  • Notícias
  • Empresas aéreas chinesas adquirem 60 jatos Boeing 787

A Boeing e autoridades da República Popular da China assinaram um acordo para a compra de 60 Boeing 7E7 Dreamliners por companhias aéreas chinesas. O acordo está estimado em aproximadamente US$ 7,2 bilhões, de acordo com as listas oficiais. Os aviões serão entregues para seis companhias aéreas chinesas; Air China, China Eastern Airlines, China Southern Airlines, Hainan Airlines, Shanghai Airlines e Xiamen Airlines. Cada linha aérea deve receber o seu primeiro 7E7 antes dos Jogos Olímpicos de Beijing, em 2008. Simultaneamente ao acordo, o 7E7 foi oficialmente batizado de Boeing 787 Dreamliner, dando continuidade à longa série de aviões da Boeing. O 787 foi lançado em abril do ano passado, com um pedido de 50 aviões da ANA (All Nippon Airways). Air New Zealand, First Choice Airways, Blue Panorama, Primaris Airlines, Japan Airlines, Continental Airlines e Vietnam Airlines também estão entre os 14 clientes anunciados do 787. O novo acordo eleva o total de pedidos e comprometimentos anunciados para o 787 para 186 aviões. A produção do jato começará em 2006. O primeiro vôo deve ocorrer em 2007 com certificação, entrega e entrada em serviço em 2008.
Hoje, mais de 3.500 aviões da Boeing, ou um terço da frota mundial de aviões Boeing, têm montagens e grandes peças sendo construídas na China. A China deve ser o maior mercado de aviões comerciais fora dos Estados Unidos nos próximos 20 anos. 31/01/05

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn