Infraero

A Infraero anunciou que o número de vôos no aeroporto de Congonhas, em São Paulo, será reduzido durante aproximadamente dois meses para permitir a execução de obras na pista principal de pousos e decolagens. A capacidade máxima de vôos por hora deve passar de 48 para 26, o que representa diminuição de cerca de 46%. As obras de recuperação devem começar entre junho e agosto, após a conclusão dos serviços na pista do aeroporto de Cumbica, em Guarulhos, previsto para terminar maio próximo. Isso porque parte dos vôos devem ir para o aeroporto internacional. Para a Infraero, é necessário interditar a pista principal para refazer completamente sua camada de asfalto. Uma comissão técnica foi criada para viabilizar a redução de vôos em Congonhas tanto no período de obras como de forma permanente. O grupo coordenado pela Anac, deve definir que tipo de aeronaves e trajetos devem permanecer em Congonhas. As empresas aéreas vão participar da discussão. Foto: Paulo Berger 31/03/06