Infraero divulga índice de atrasos nos voos em julho

  • Notícias
  • Infraero divulga índice de atrasos nos voos em julho

O indicador de atrasos para os voos regulares partindo dos aeroportos administrados pela Infraero no último mês de julho foi de 12,3%. Apesar da queda em relação ao mesmo mês nos anos mais recentes, o indicador de julho representou um aumento sobre os meses anteriores. Em junho, os atrasos ficaram em 10% e em maio estavam em 7,5%. Entre as cinco maiores companhias aéreas nacionais em transporte regular de passageiros, apenas a Webjet com 20,8% de atrasos, ficou com índice acima do total de 12,3% do país. O melhor desempenho foi da Azul (8,21%), seguida por Gol/Varig (10,1%), TAM (10,8%) e Ocean Air (11,4%). Entre as demais empresas que operam com aviação regular, a Pantanal registrou um índice baixo de atrasos, 7,6%, porém teve um alto número de cancelamentos: 34% de seus voos. A Trip/Total e a Passaredo tiveram atrasos maiores: respectivamente 23,9% e 26,5%. Nas companhias internacionais com mais de 50 voos semanais no Brasil, as que apresentaram menos atrasos em julho foram a Taca Peru (3,4%), Lan Express (4,3%), Copa (6,2%), Lan Chile (6,2%), Pluna (9,3%) e United (10%). A TAP, estrangeira que teve mais voos saindo do Brasil, num total de 504 em julho, apresentou 16,7% de atrasos. Os piores índices entre as estrangeiras que mais voam no país foram da Aerolineas Argentinas (45,2%), Delta (20,9%), TAM Mercosur (20,2%) e Iberia (20%). Entre as companhias estrangeiras com menos voos ao Brasil, o destaque positivo fica para a Aeromexico, Avianca e Swiss, que não registraram nenhum atraso acima de 30 minutos em suas partidas em julho. Por outro lado, outras companhias com quantidade similar de voos tiveram número bem maior de atrasos: a TAAG (67,7%), Aerosur (31,4%) e a South African Airways (25,8%). O atraso médio de todas as estrangeiras que operam no Brasil ficou em 16,0% em julho. 07/08/09

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn