UPS vai instalar ADS-B nas frotas de Boeing 757 e 767

  • Notícias
  • UPS vai instalar ADS-B nas frotas de Boeing 757 e 767

A empresa aérea americana está iniciando a instalação de um sofisticado sistema de controle de tráfego aéreo em toda a sua frota de Boeings 757 e 767. Conhecido como Automatic Dependent Surveillance Broadcast ou ADS-B, o novo sistema permitirá aos pilotos da UPS atuarem em conjunto com os controladores de tráfego aéreo em novos processos que irão aumentar a segurança e reduzir atrasos. Em outubro próximo, a empresa completará a instalação do equipamento em 103 cargueiros do tipo 757 e 767 e já está trabalhando com o FAA dos Estados Unidos, para desenvolver procedimentos de gerenciamento de tráfego aéreo que farão com que os pousos e decolagens do aeroporto de Louisville, onde o terminal da UPS está localizado, sejam mais eficientes. Atualmente, o FAA está aperfeiçoando o sistema de automação de tráfego aéreo naquele aeroporto, para permitir que os controladores no solo colaborem com os pilotos dos aviões equipados com o ADS-B. Inicialmente, o sistema será usado para melhorar a capacidade de aproximação em condições climáticas visuais e conforme os pilotos e controladores adquirirem experiência com o sistema, a meta será criar procedimentos que melhorem a capacidade de aproximação em condições meteorológicas por instrumentos. O novo equipamento, fabricado pela UPS Aviation Technologies, combina informações de tráfego (ADS-B) e tecnologia para prevenção de colisões (TCAS) em um novo instrumento chamado Cockpit Display of Traffic Information (CTDI). O sistema ADS-B, quando instalado em um avião, transmite a identificação e o tipo da aeronave, sua posição, direção, velocidade e trajetória. O CDTI fornece aos pilotos os dados precisos, rotas e posicionamento de outros aviões com o ADS-B. Nos próximos 18 meses, o FAA irá colocar em operação um sistema em Louisville, que permite ao CDTI exibir informações similares sobre aviões sem ADS-B. O CTDI permite aos pilotos identificar uma aeronave específica na tela e manter uma distância previamente estabelecida. O equipamento também combina informações de vigilância ADS-B com alvos de sistemas TCAS existentes, como forma de evitar colisões. Assim, o CTDI oferece uma visão melhor do tráfego ao redor e identificação mais fácil dos vôos com rotas conflitantes.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn